Português
24 DE MARÇO DE 2021. POR THAIS CRISTINA FERREIRA

Teka Vendramini é uma das 20 Mulheres de Sucesso do Brasil em 2021, de acordo com a Forbes

Teka Vendramini é uma das 20 Mulheres de Sucesso do Brasil em 2021, de acordo com a Forbes

Por Kelle Oliveira

 

A publicação, lançada todos os anos pela revista, destaca personalidades em diversas áreas, como literatura, música, ciência e negócios. Única representante ruralista, a criadora foi lembrada por seu trabalho no Agronegócio e, em especial, por sua atuação em assentamentos e regularização fundiária pelo país, mesmo durante a pandemia.

Ontem, em live promovida pela Forbes Brasil, a pecuarista comandou uma discussão a respeito de Direitos das Mulheres, Negócios e Sustentabilidade no setor; ao lado da antropóloga e educadora indígena, Sandra Benites, outro nome da lista de 2021. Na conversa, acompanhada por centenas de pessoas, elas falaram sobre a importância do diálogo e do fortalecimento da rede de informações entre setores diferentes; e, muitas vezes, conflitantes da economia; com enfoque central no papel da mulher nessa nova organização.

Presidente da Sociedade Rural Brasileira desde o ano passado, Teka Vendramini tem uma participação fundamental no desenvolvimento da atuação feminina no Agronegócio brasileiro. Por causa do seu trabalho de incentivo e busca por igualdade de direitos no setor, ela também foi uma das idealizadoras do programa ABCZ Mulher, da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu. Para a presidente do ABCZ Mulher, Rosália Machado Borges, a criadora já marcou a história da pecuária moderna nacional. “Todas as nossas associadas, mulheres e filhas, conhecem o nome dela e já foram, de alguma forma, impactadas pela sua atuação, empreendedorismo e liderança”, ressalta. “Desde o primeiro encontro do ABCZ Mulher, em 2018, nós temos o privilégio de contar com sua experiência e fomento no desenvolvimento das nossas atividades”, conclui.

De acordo com a Forbes Brasil, a escolha considerou que a “equidade de gênero na sociedade e no mercado de trabalho é um caminho sem volta. A diversidade nas empresas provou ser um poderoso fator de eficiência, inovação, criatividade, produtividade, harmonia e qualidade em todas as suas dimensões”. A lista desse ano traz ainda nomes como o da pesquisadora da Fiocruz, Margareth Dalcolmo, e da filósofa e escritora, Djamila Ribeiro.

Usamos Cookies para personalizar e melhorar a sua experiência em nosso site. Visite nossa Politica de Cookies para saber mais.

Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies.

Aceitar