21 DE JUNHO DE 2022. POR

Com transmissão pela ABCZ TV, Carta de Intenções do Projeto Geoparque Uberaba será assinada nesta quinta-feira

Com transmissão pela ABCZ TV, Carta de Intenções do Projeto Geoparque Uberaba será assinada nesta quinta-feira
Nesta quinta feira 23 de junho às 15h (horário de Brasília), no auditório da sede da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), será realizada a assinatura da Carta de Intenções do Projeto Geoparque Uberaba – Terra de Gigantes que será encaminhada para à UNESCO – Paris pelo Ministério das Relações Exteriores MRE. A partir da validação desta Carta, o projeto será elevado à categoria de “Aspirante”, passando a integrar seleta lista oficial de territórios a serem chancelados como áreas especiais do planeta. A solenidade será transmitida ao vivo, pela ABCZ TV, o canal de comunicação da ABCZ.

A assinatura da Carta de Intenções contará com a participação das quatro instituições de Governança do Projeto: ABCZ, Prefeitura de Municipal de Uberaba - PMU, Universidade Federal do Triângulo Mineiro UFTM e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas SEBRAE Minas, e é uma importante etapa no processo de candidatura oficial junto ao “Programa de Geoparques Mundiais UGG da UNESCO”.

De acordo com as instituições de governança do Projeto Geoparque Uberaba – Terra de Gigantes, para que Uberaba pudesse chegar a esta posição, trabalhos vêm sendo realizados nos últimos 12 anos. Com esses esforços, Uberaba deverá se tornar o 1º Geoparque Mundial da UNESCO de Minas Gerais, oportunizando a todo o território, novos nichos de negócios promovidos pelo turismo que proverá o desenvolvimento econômico sustentável.

A expectativa é que no máximo em dois anos, o “Aspirante” Geoparque Uberaba possa enviar o seu “Dossiê” à UNESCO com a descrição completa das ações em funcionamento no município, com vistas a visita técnica da Comissão de Avaliação para a aprovação e por conseguinte, inserção definitiva do Geoparque Uberaba como Geoparque Mundial da UNESCO UGG.

Histórico do projeto

A primeira citação nominando o Projeto Geoparque Uberaba ocorreu no ano de 2010, durante a “1ª Conferência Latino-Americana e Caribenha de Geoparques” no Geoparque Araripe - Ceará. No ano de 2011 foi apresentado no “I Simpósio de Geoparques y Geoturismo en Chile” na cidade de Melipeuco – Chile. Em 2012, foi capítulo do livro “Geoparques do Brasil – Propostas”, publicado pelo Serviço Geológico do Brasil SGB – CPRM. Em 2014 foi tema de tese de doutorado defendida na Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ, obra que deu sustentação para sua implantação como projeto de ciência aplicada, o que de fato ocorreu em 2016 quando foi eleito macro-projeto de turismo de Uberaba. Entretanto somente em 2017 é que as primeiras ações mais abrangentes foram iniciadas após a assinatura de Protocolo de Intenções durante a abertura da 83ª ExpoZebu, onde a ABCZ, a PMU, a UFTM, apoiados pelo SGB – CPRM firmaram acordo para a implantação da proposta. Na sequência o SEBRAE Minas passou a integrar o Projeto, compondo as 4 instituições de governança. O início de sua materialização ocorreu em 2018 a partir da inauguração dos primeiros Geossítios e Sítios Históricos e Culturais. Estava desta forma estruturada uma equipe de trabalho envolvendo dezenas de profissionais das mais diversas áreas e instituições para dar andamento às tratativas necessárias a implantação do Projeto.

A partir da contratação de consultoria especializada, as atividades foram distribuídas em 8 grupos de trabalhos: Geologia e Geoconservação, Gestão, Geoturismo, Patrimônio Cultural, Patrimônio Natural, Comunicação, Educação Ambiental e Desenvolvimento Econômico Sustentável. Cada um destes eixos temáticos está desenvolvendo o plano de ação de maneira a viabilizar os projetos necessários à consolidação do futuro Geoparque Uberaba – Terra de Gigantes, alinhados aos 17 ODS, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável à Agenda 2030.

Sobre o Geoparque Uberaba

O Geoparque Uberaba – Terra de Gigantes, está apoiado em 3 atributos de representatividade internacional, “Terra dos Dinossauros do Brasil”, “Capital Mundial do Zebu” e “local onde Chico Xavier se revelou ao espiritismo mundial”.

Uberaba possui ambientes geológicos singulares representados por uma diversidade de rochas, as quais revelam as várias transformações pelas quais passaram as paisagens e ecossistemas entre 133 e 66 milhões de anos atrás. Entretanto o principal Patrimônio Geológico está nos milhares de exemplares fósseis descobertos em 35 Sítios, muitos desses dentro da cidade de Uberaba, associados a escavações de fundações de edifícios, cisterna, hospitais, shopping center, adutora, estádio de futebol dentre outras obras que seccionam rochas sedimentares, como as formações Uberaba e Serra da Galga.

Algumas destas 35 localidades dispersas no território, constituem Geossítios fantásticos de relevância internacional de onde provém uma enorme quantidade de registros fósseis de vertebrados, dentre estes crocodilomorfos, tartarugas, peixes, anfíbios, lagarto, ave e notadamente dinossauros carnívoros e herbívoros. O termo “Terra dos Dinossauros do Brasil” justifica-se pela longa trajetória de mais de 50 anos de escavações, estudos e produção científica e difusão destes achados. Especialmente por ser o município com o maior número de espécies de dinossauros descritas, ter o maior dinossauro do país – Uberabatitan ribeiroi com 27 m de comprimento por 10m de altura. É também a localidade da descoberta do primeiro ovo de dinossauro da américa do sul e o único Sítio de nidificação de dinossauros do país, com ninhada de ovos, sustentado ainda pela quantidade e diversidade de elementos ósseos com grau de preservação formidáveis.

O ponto de partida para a criação da proposta do Geoparque Uberaba foram as atividades realizadas no Bairro de Peirópolis, situado a cerca de 25 km a leste da cidade. Onde o paleontólogo Llwellyn Ivor Price do então Departamento Nacional de Produção Mineral DNPM, atualmente Agência Nacional de Mineração ANM, desenvolveu escavações, pesquisas e deixou um legado à paleontologia brasileira entre 1947 é 1974.

A partir de 1992 estas atividades foram retomadas pelo Centro de Pesquisas Paleontológicas Llewellyn Ivor Price e Museu dos Dinossauros do Complexo Cultural e Científico de Peirópolis da UFTM, com completa estrutura de pesquisa, produção acadêmica, projetos educacionais e difusão do conhecimento. Somando 30 anos de atividades, foi visitado por mais de 1,5 milhão de pessoas, de mais de 1250 municípios brasileiros e quase 100 países.

Entretanto Uberaba não se faz representada apenas pela expressividade científica de seu patrimônio geológico internacional calcado nos dinossauros. Tem dois atributos de expressão internacional associados aos patrimônios histórico e cultural, dando ao território uma identidade única. Uberaba é reconhecida como a “capital mundial do Zebu” e local onde a religiosidade encontra abrigo no extraordinário trabalho e legado de Chico Xavier, eleito o brasileiro do século. A integração destes três ícones, compõem o slogan “Terra de Gigantes”.

A história, o desenvolvimento social, cultural e econômico de Uberaba, se devem em muito, ao pioneirismo de fazendeiros de Uberaba que a partir do século XIX, viram no gado Zebu, raça de bovinos proveniente da Índia, um grande trunfo para revolucionar a pecuária brasileira. Por meio de melhoramento genético, o Zebu brasileiro mostrou sua ótima aptidão para produção de carne e leite. Atualmente 80% do rebanho comercial brasileiro pertencem as raças zebuínas. O gado Zebu ainda foi protagonista na ocupação e interiorização do país. Culturalmente deixou fortes traços na arquitetura urbana e rural do casario, muito bem caracterizado na praça central da cidade. Uberaba sempre foi a sede da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), a maior instituição de pecuária do mundo. Atualmente conta com cerca de 24.000 associados e em seus mais de 100 anos de trabalhos notáveis, fez do Brasil o maior rebanho mundial de bovinos assim como também o maior exportador de carne.

Ainda com representatividade internacional, morou e viveu em Uberaba, o líder humanista, Francisco Cândido Xavier. Nascido em 1910, alcançou notório reconhecimento internacional e nacional, devido à divulgação da doutrina Espírita e das grandes obras assistenciais que realizou. É considerado o maior dos escritores do país, com mais de 450 obras, cujos direitos autorais destinou às obras de caridade. Tendo sido indicado em 1981 ao prêmio Nobel da Paz, foi eleito ainda o maior brasileiro de todos os tempos. Deixou um legado que transcende todas as crenças religiosas, através dos valores cultivados e semeados em toda sua prática e vivência.


Acompanhe. A assinatura da Carta de Intenções do Projeto Geoparque Uberaba – Terra de Gigantes será transmitida a partir das 15h. O link da transmissão na ABCZ TV também já foi disponibilizado, sendo que para ativar a notificação e ser informado sobre o início da transmissão, basta clicar aqui.
 

Usamos Cookies para personalizar e melhorar a sua experiência em nosso site. Visite nossa Politica de Cookies para saber mais.

Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies.

Aceitar